Josie Ferret

Viver na Ilha, próximo das praias e dos pontos de turismo, é o desejo de quem conhece Florianópolis. Mas será que morar nesta parte da cidade vale a pena?

Ilha ou Continente

Atualmente 97% dos bairros da capital estão concentrados na Ilha, o que não faz com que o Continente perca todos os seus atrativos.  Porém, ao avaliar cada região através do viés “investimento imobiliário”, as oportunidades relacionadas ao turismo e a presença do polo de tecnologia na SC-401 tornam-se mais atrativas.

Rota do Silício

Bairros como Santo Antônio de Lisboa e Cacupé apresentam amplo crescimento econômico, além de segurança e completa rede de serviços com fácil acesso para diversas regiões e praias. A proximidade com a Rota do Silício é outro diferencial que atrai novos moradores, principalmente profissionais que chegam a Florianópolis para trabalhar na área de tecnologia.

Refúgio de Férias

Já bairros turísticos como Jurerê, ao Norte, e Barra da Lagoa, ao Leste, são locais para quem deseja investir em locação com foco no turismo, porém sem abrir mão de contar com um refúgio especial para passar alguns dias de descanso.

Praticidade na Rotina

Há outras regiões da Ilha mais tradicionais, como Trindade e Centro, que contam com a localização estratégica como principal diferencial. Sem dúvida, essas duas opções oferecem alta demanda por locação o ano inteiro devido a proximidade com a UFSC, órgãos públicos, instituições financeiras, hospitais, escolas e completa rede de serviços.

Deseja conhecer as opções de investimentos nestas regiões? Fale hoje mesmo com nossos consultores.